Antropofagia no Design de Interação

O Instituto Faber-Ludens publicou um ensaio histórico sobre o conceito de Antropofagia, o canibalismo cultural proposto por Oswald de Andrade e outros modernistas. A brincadeira com o suposto canibalismo indígena tem o objetivo de afirmar a transformação de conceitos importados de outros países para a realidade brasileira.

Na biblioteca do Instituto Faber-Ludens, há um precioso exemplar da coletânea Revista de Antropofagia.

A Antropofagia foi usada como tema para o Tropicalismo nos anos 70 e na Cultura Digital, anos 2000. O Faber-Ludens faz parte dessa nova leva de criadores culturais que consideram a tecnologia parte essencial da cultura. O desenvolvimento tecnológico deve estar em sintonia com a cultura do país. Ao invés de estigmas, jeitinho e gambiarra podem ser diferenciais culturais no mercado global.

Um projeto que ilustra bem essa orientação, é o Olho no Olho, uma câmera afixada na bunda de uma mulher que quantifica quantas vezes ela foi observada. Este projeto é uma boa digestão do Rear View Los Angeles.

Comentários fechados.