Projetos de exemplo

Headset para Eye-tracking

Eye-tracking é uma técnica que mensura o ponto focal da visão do usuário numa tela de computador. Isso pode ser usado de várias maneiras. Pode-se criar mapas de calor (heatmaps) mostrando as áreas onde a visão da pessoa ficou mais tempo parada. As imagens abaixo mostram a diferença de pontos de interesse para homens…

eyetrackingmenwoment3

E para mulheres:

eyetrackinmenwomen21

Outro uso do eye-tracking é para estudos de usabilidade. A imagem abaixo é de um estudo que demonstra como a diferença de intenção do usuário (buscar informação, navegar e fazer transações) reflete um padrão de atenção diferente.

A tecnologia para mensurar o ponto focal do usuário é cara. Os monitores mais baratos da Tobii custam cerca de R$ 5 mil e são baseados em software e hardware proprietário.

Dois alunos do Mestrado em Arquitetura do MIT criaram uma alternativa de baixo custo baseada em hardware e software livre chamada Pupil.

A proposta é que o usuário monte o seu próprio headset. Eles fizeram uma lista de componentes necessários que não ultrapassam U$ 90, muito mais em conta que as soluções comerciais. Explicam como desmontar uma webcam e retirar o sensor necessário e como afixar no headset.

Instruções finais para montar o headset

As peças fixas do headset podem ser encomendadas via impressão 3D, porém, o código-fonte dos arquivos não estão abertos. Veja um vídeo do sistema em funcionamento.

O projeto ainda está longe de oferecer a mesma facilidade de captura e análise que as soluções comerciais oferecem, porém, é um projeto aberto à participação e pode evoluir junto com a comunidade de usuários.

O Design Livre no projeto do Drupal

Um caso aonde podemos observar muito bem a proposta de Design Livre sendo aplicada é o projeto da versão 7 do CMS Drupal. Segundo Leisa Reichelt, que trabalhou no projeto junto com a Mark Boulton Design, foi feito um processo de UX aberto, onde todo trabalho foi compartilhado através do blog D7UX, como princípios de design ou vídeos da estratégia, assim como rascunhos e protótipos foram publicados em troca de feedbacks.

via UXBlog: O Design Livre no projeto do Drupal.

ECOSK8

O projeto ECOSK8 é uma tentativa de desenvolver abertamente um skateboard de baixo impacto ambiental catalogando boas práticas de fabricação e utilizando matéria prima nativa brasileira.

Letsevo – ECOSk8

e.Moped

O objetivo do projeto e.Moped é conceber e projetar uma bicicleta elétrica open source passível de ser adaptada a diferentes tecnologias e materiais de construção.

Letsevo : e.Moped .

Antropofagia no Design de Interação

O Instituto Faber-Ludens publicou um ensaio histórico sobre o conceito de Antropofagia, o canibalismo cultural proposto por Oswald de Andrade e outros modernistas. A brincadeira com o suposto canibalismo indígena tem o objetivo de afirmar a transformação de conceitos importados de outros países para a realidade brasileira.

Na biblioteca do Instituto Faber-Ludens, há um precioso exemplar da coletânea Revista de Antropofagia.

A Antropofagia foi usada como tema para o Tropicalismo nos anos 70 e na Cultura Digital, anos 2000. O Faber-Ludens faz parte dessa nova leva de criadores culturais que consideram a tecnologia parte essencial da cultura. O desenvolvimento tecnológico deve estar em sintonia com a cultura do país. Ao invés de estigmas, jeitinho e gambiarra podem ser diferenciais culturais no mercado global.

Um projeto que ilustra bem essa orientação, é o Olho no Olho, uma câmera afixada na bunda de uma mulher que quantifica quantas vezes ela foi observada. Este projeto é uma boa digestão do Rear View Los Angeles.