3 comments

  1. fred

    Gostei muito desses slides. Em especial porque não termina na questão do Open Design, de abrir o código-fonte, mais inclui a questão da participação em comunidades, da colaboração. Boa sacada de estimular os designers a participar dos projetos de software livre ao invés de ficar só reclamando da interface, porém, sabemos por experiência própria que essa participação não é fácil. É como gosto de dizer: “Nas comunidades de Software Livre, quem não codifica, não apita.”

    Bom saber que essas questões tem sido pensadas além do nosso círculo de colaboradores.

  2. emilio

    O OSE é um projeto interessantísimo, sem duvida. Eu tive a oportunidade de falar un pouco com um dos colaboradores que tem morado na Factor-E farm. Anos depois, muitas máquinas foram feitas y replicadas em todo o mundo, é um verdadeiro exemplo do que a gente pode fazer quando se colabora e pensa em grande.
    http://youtu.be/UhLa6carIqY

  3. entedi4do

    Obrigado, pessoal.
    Fred, isso varia de comunidade para comunidade. Eu já participei de projetos em que os desenvolvedores entendiam bem a necessidade de um designer que não coda. E tem projetos muito carentes de design que estão implorando por colaboração, como é o caso do Sneer, uma rede social baseada na web soberana.
    Mas o que vc falou tb é outra realidade. É preciso uma conscientização. Vejo nisso tb uma necessidade do design livre de mostrar aos não-designers o que é realmente design, e como pode ser um processo de colaboração designer-desenvolvedor.
    Para isso, no núcleo de designers da Kolaborativa, estamos colaborando com projetos para testar processos. Depois vamos documentar tudo e mostrar os cases 🙂

Enviar comentário

Você pode usar as seguintes tags HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>