Making-of

Este livro foi escrito em uma semana, entre 9 e 14 de janeiro de 2012, utilizando a metodologia de colaboração Book Sprint. Para ser coerente com as ideias do livro, todos os membros da comunidade Faber-Ludens foram convidados a participar do livro. O chamado foi feito via lista de discussão, Facebook, Twitter e outras redes sociais.

Reunião colaborativa no escritório
Tele-presença dos colaboradores online no escritório Faber-Ludens

Foram utilizados três espaços para colaboração: o escritório do Instituto Faber-Ludens em Curitiba, a plataforma online Corais e a ferramenta de video-conferências BigBlueButton, ambos Software Livre. Várias pessoas passaram por esses espaços e colaboraram em diferentes partes do livro, dando opiniões por vezes divergentes, mas na maioria dos casos, convergentes.

O escritório ofereceu um ambiente acolhedor para experimentações e discussões rápidas, tendo suas atividades transmitidas via BigBlueButton. Os participantes no escritório colaboravam em textos online no Corais, usando a ferramenta de edição em tempo real fornecida pela Etherpad Foundation. Mesmo quem não pôde vir presencialmente até o escritório pôde participar da redação e edição do livro.

Desenvolvimento do conceito de planos
Desenvolvimento do conceito de planos

Os escritos foram desenvolvidos a princípio em um único documento, o “Rascunhão”. Aos poucos seus textos acabaram sendo desmembrados, por assuntos e tipos, e levados para novos documentos colaborativos para serem desenvolvidos isoladamente. O principal texto acabou se tornando o “O que é Design Livre”, onde o corpo de todo o livro tomou forma. Quando um texto era considerado “consolidado”, ou seja, já havia deixado de ser um rascunho, ele migrava para o Blog, que também foi alimentado com novidades e vídeos que resumiam o trabalho feito em cada dia. Também foram produzidos textos com caráter literário e poemas, inspirados na Poesia Concreta.

Para otimizar a produção de novos textos, utilizamos uma técnica chamada carinhosamente de “CX”, uma homenagem ao mestre inspirador Chico Xavier, que consiste em uma pausa de concentração de 5 minutos seguida de 15 a 20 minutos cronometrados de produção intensa e colaborativa em um espaço comum. O CX é a apropriação da comunidade Faber-Ludens da Técnica Pomodoro de gestão do tempo. Graças a ela, conseguimos coletar uma grande quantidade de material para o livro rapidamente.

O trabalho foi realizado em ciclos contínuos de revisão e adequação dos textos, em um processo que se readequava a cada dia, em uma reorganização contínua do “como fazer”. Por fim, o texto foi diagramado com o software livre Scribus, utilizando as seguintes fontes livres disponibilizadas no site OpenFontLibrary.

A plataforma de colaboração Corais guardou os rastros de toda essa colaboração, permitindo que qualquer interessado em escrever um livro utilizando essa mesma metodologia veja como foi feito. Lá é possível realizar o download de todo o material do livro: o texto (em formato PDF e outros formatos para visualização online), sua diagramação (em formato Scribus), pacote com as imagens utilizadas (em formato PNG), a documentação do processo de trabalho (em imagens, textos, discussões e vídeos), códigos-fontes de protótipos, versões e revisões.

Corais é uma plataforma integrada de colaboração em projetos de design baseada no software livre Open Atrium (que, por sua vez, é baseado no Drupal) criada pelo Instituto Faber-Ludens para servir como base e referência de ambientes para desenvolvimento de projetos de Design Livre.

O projeto deste livro, incluindo textos e imagens produzidas, estão licenciados por Creative Commons 3.0, o que significa que qualquer pessoa pode utilizar este material para outros fins ou até mesmo modificá-lo, contanto que redistribua o que fizer a partir dele usando a mesma licença e dê os devidos créditos.

One comment

  1. Pingback: EggWeb

Enviar comentário

Você pode usar as seguintes tags HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>