Estruturas abertas e design paramétrico

O projeto Open Structures é uma iniciativa holandesa para definir uma série de componentes para criação de estruturas arquitetônicas ou de produtos. Os componentes são projetados para funcionar da maneira mais genérica possível, permitindo os mais diferentes usos. Um exemplo de estrutura criada pelos visitantes da exposição Designing Scarcity do Nieuwe Institute

IMG_3314

Todos os componentes devem obedecer a regra do grid de padronização, para garantir sua compatibilidade com outros componentes. Assim, cada contribuição ao sistema enriquece todas as outras.

Um exemplo interessante de produto criado com estruturas abertas é o aquecedor de água de Jesse Howard.

Boiler03

O projeto inclui também um planejamento de custos para produção em massa, demonstrando a viabilidade do produto.

OSDiagram05

Junto com colegas, Jesse está começando um novo projeto intitulado hackeando os objetos de casa. A proposta é desenvolver produtos baseado no princípio de design paramétrico, ou seja, projetar componentes genéricos que podem ser customizados de acordo com parâmetros pré-definidos. Esses parâmetros podem ser combinados de diferentes maneiras, gerando variações de um mesmo produto. A ideia é que o próprio usuário tenha a capacidade de fazer essas mudanças.

Author: fred

Frederick van Amstel é um dos fundadores do Instituto Faber-Ludens, editor do blog Usabilidoido e coordenador do Living Lab Corais. Bacharel em Comunicação (UFPR) e Mestre em Tecnologia (UTFPR), Frederick vive na Holanda, onde realiza pesquisa de doutorando sobre Design Participativo (Universidade Twente). Frederick foi jurado dos concursos IF Design Awards e Peixe Grande. Prestou consultoria em Design de Interação para empresas como Electrolux, InfoGlobo, Magazine Luiza, Tramontina e Duty Free Dufry.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.